It’s time

Campanha australiana pelo casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

Leia também:

JUSTIÇA DÁ AO RIO PRIMEIRO CASAMENTO GAY

Justiça dá ao Rio primeiro casamento gay

Claudio Nascimento Silva e João Pereira da Silva serão os primeiros cariocas a terem convertida a união estável em casamento civil, no estado do Rio de Janeiro. A decisão, tomada na última segunda-feira pelo juiz Fernando César Viana, abre caminho para que outros casais mudem de estado civil.

A informação completa aqui.

Leia também:

PARA DIA DO HÉTERO, BOLSONARO ASSOCIA AIDS E CRIMINALIDADE A GAYS

Para Dia do Hétero, Bolsonaro associa AIDS e criminalidade a gays

Repercuto aqui a informação do Tupi.DOC, onde escrevo, de que para justificar a criação de um dia de orgulho heterossexual, o vereador Carlos Bolsonaro (PP), filho do deputado federal Jair Bolsonaro (PP), associa o HIV, crianças órfãs e criminalidade aos gays. Leia aqui.

Leia também:

RIO PODE TER O DIA DO ORGULHO HÉTERO

Rio pode ter o Dia do Orgulho Hétero

“Temos de dar um basta nessa ditadura ridícula que estão tentando impor no país inteiro"

Conversei para o Tupi.DOC, onde escrevo, com o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PP) sobre a criação do Dia do Orgulho Hétero – projeto, segundo ele, para combater o massacre promovido pelos gays.

Também ouvi o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) que comentou a ideia da proposta.

Tudo está aqui.

Leia também:

PREFEITO DO SP VETA DIA DO ORGULHO HÉTERO

YOUTUBE CENSURA BEIJO GAY

Youtube censura beijo gay

Apesar de a classificação indicativa do Ministério da Justiça considerar iguais beijo entre homem e mulher, entre duas mulheres ou entre dois homens, o Youtube resolveu censurar para maiores de 18 anos o vídeo de Rafael Puetter que aqui postamos no último dia 10.

A “classificação18 anos” é adotada quando há imagens com sexo e nudez, apologia ao ódio, imagens chocantes ou repugnantes e atos perigosos e ilegais. Não é o caso, como você pode ver.

Puetter respondeu com outro vídeo, questionando a própria rede social.

Leia também:

YOUTUBE PROVOCA TV E EXIBE BEIJO GAY

NOVELAS E GAYS: ALGUÉM AJUDE COM AS PALAVRAS

Prefeito de SP veta Dia do Orgulho Hétero

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), decidiu vetar a proposta aprovada pela Câmara de vereadores que criaria o Dia do Orgulho Hétero. Há 10 dias, no entanto, Kassab dissera ver o “projeto como outro qualquer”. Hoje, a medida é “despropositada” para ele.

Pressionado, prefeito muda de opinião e agora diz que Dia do Orgulho Hétero é despropositada

“O heterossexual é maioria, não é vítima de violência, não sofre discriminação, preconceito, ameaças ou constrangimentos. Não precisa de dia para se afirmar”, disse o prefeito em entrevista publicada hoje no “Agora São Paulo”.

Gilberto Kassab considerou, porém, que dias de orgulho da mulher, do negro, minorias raciais “e outros” têm sentido, porque “essas datas, sim, estimulam a tolerância, a paz e a solidariedade entre as pessoas”.

O projeto do vereador Carlos Apolinário (DEM) vinha sofrendo severas críticas da imprensa e setores da sociedade, por ser um “monumento à homofobia” – como definiu o jornalista Fernando de Barros e Silva.

Apolinario, membro da igreja Assembleia de Deus, disse ontem, em artigo na “Folha de S.Paulo” (para assinantes), que seu objetivo foi “debater o que é direito e o que é privilégio”. Para ele, o Dia do Orgulho Hétero não incentiva a homofobia. O projeto foi aprovado no início do mês. Dos 50 vereadores presentes, 19 se manifestaram contra.

Leia também:

ORGULHO HÉTERO NÃO É HOMOFOBIA, DIZ KASSAB

SP ÀS VIAS DE GANHAR UM MONUMENTO À HOMOFOBIA

TRÊS ADOLESCENTES AGRIDEM GAYS NO METRÔ EM SP

DIA DO MEDO MACHO

Que texto da bíblia justifica a morte do meu filho, diz mãe de Ivo

Este UM OUTRO OLHAR conversou há pouco com a mãe do garoto Alexandre Ivo para uma reportagem publicada no Tupi.DOC sobre a morte da juíza Patrícia Aciolli, que cuidava do caso.

Algumas aspas de Angélica Ivo:

“[O senador] Magno Malta[PR-ES] está sendo bem oportunista”, sobre sua proposta de mudar o nome da PLC 122 para Lei Alexandre Ivo. “Ele e o senador Marcelo Crivilla sempre se colocaram contra a proposta. Eu não aceito que barganhem com o nome do meu filho”.

“Apesar disso, sinto-me feliz por pensarem no Alexandre para nominarem uma reivindicação legítima do movimento LGBT”, disse, acrescentando também acreditar que, muitas vezes, para se conquistar algo, é preciso ceder emalguma coisa. “Mas quero ser consultada. Não aceito barganha”.

“Aos que utilizam a religião contra a proposta de lei, queroque me mostrem em que texto da bíblia está escrito que meu filho merecia morrerda forma com que foi assassinado”, protesta Angélica, que tirou desta luta forçapara viver e tentar Justiça.

Leia a reportagem completa aqui.

Leia também:

MORTA JUÍZA DO CASO ALEXANDRE IVO

YOUTUBE PROVOCA TV EM BEIJO GAY

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.